Blog

As Dívidas Cármicas

Dívidas Cármicas - São quatro e estão relacionadas às lâminas do Tarô.

 

 

Para falarmos em Dívidas Cármicas, precisamos antes esclarecer o que são Números Cármicos, pois  cada uma das quatro Dívidas Cármicas se refere a um desses números: 13, 14, 16 e 19.   

Esses números surgem de violações às Leis Universais. Em vidas passadas, esses atos transgressores foram cometidos  conscientemente contra o próximo, e às vezes até contra nós mesmos. Para reparar esses erros, nós  podemos aceitar um ônus adicional, a fim de que aprendamos uma lição específica que não foi assimilada em vidas anteriores. A isso chamamos, na Numerologia Cabalística, de Dívida Cármica,   dívidas devem ser pagas .

Sendo a Justiça Divina implacável, na  vida presente estamos recebendo uma nova oportunidade para evoluírmos, então esses números vêm como reconstrutores, pois após esses difíceis períodos de aprendizado, compreendemos que somos totalmente responsáveis por nossas ações, admitimos nossos erros passados e nos propomos a usar o nosso livre arbítrio para anular essas Dívidas Cármicas, aprendendo com esses números, cujas lições irão nos proporcionar a devida experiência, para que façamos os ajustes necessários, agregando ações positivas à  nossa existência.

Esses  números têm uma ligação direta com o significado das respectivas lâminas do Tarô.

De acordo com nossa história evolutiva, por termos contraído uma Dívida  Cármica, podemos nascer num "dia cármico" e termos, por conseguinte, uma jornada um tanto mais conturbada.

 

Quais são esses dias?

São os dias 13, 14, 16 e 19.

Quem nasce num desses dias (de qualquer mês) traz consigo uma marca cármica, denotando dificuldades a serem superadas ao longo da vida.

É importante ressaltar que essas chamadas Dívidas Cármicas podem aparecer, além do dia natalício, de outras maneiras. Poderemos encontrá-las ocultas, antes da redução dos números de Motivação, Expressão ou Destino , quando um 4 vem da redução de um 13, um 5 resulta da redução de um 14, um 7 surge da redução de um 16 ou quando um 1 é resultado da redução de um 19. Nesses casos sabemos que a tal dívida, de certa forma já se abrandou, entretanto, ela ainda incomoda o seu possuidor.

 

Nascidos no dia 13

As pessoas que nascem no dia 13 trazem em seu passado espiritual uma dívida cármica relacionada com Morte ou mau uso do trabalho.

 

Nascidos no dia 14

As pessoas nascidas no dia 14 são vulneráveis a perdas, sobretudo financeiras, por desatenção, excesso de confiança ou magnetismo (atraem exatamente as pessoas das  quais deveriam ter distância) e são passíveis de traição, de todas as ordens, sobretudo em relação a negócios.

 

Nascidos no dia 16

Quem nasce no dia 16 também perde, mas perde não necessariamente  somente a matéria e sim aquilo que lhe é precioso, pois é a dívida da "Derrocada do Orgulho" e essas pessoas costumam dizer, inclusive, que mais de uma vez "a vida as jogou no chão".

 

Nascidos no dia 19

Já quem nasce no dia 19 precisa cultivar o Equilíbrio, achar seu "caminho do meio" e dominar a sua imensa ansiedade e hiperatividade (mental, principalmente).

 

É importante ressaltar que essas chamadas Dívidas Cármicas podem aparecer, além do dia natalício, de outras maneiras. Poderemos encontrá-las ocultas, antes da redução dos números de Motivação, Expressão ou Destino , quando um 4 vem da redução de um 13, um 5 resulta da redução de um 14, um 7 surge da redução de um 16 ou quando um 1 é resultado da redução de um 19. Nesses casos sabemos que a tal dívida, de certa forma já se abrandou, entretanto, ela ainda incomoda o seu possuidor.

Vamos então ver quais são essa dívidas e o que nos trazem:

 

Dívida Cármica 13

Quem tem essa dívida cármica  tem uma sensação de dificuldade em seus empreendimentos, como se estivesse enquadrado, amarrado e comumente tem em seu convívio familiar ou próximo pessoas com quem as relações são árduas, muitas vezes até adversas, fato para o qual não há uma explicação tangível, Batalhas travadas em outras vidas? É, quem tem uma Dívida Cármica 13, traz em seu Currículo Espiritual um histórico de morte, ou seja, essa pessoa, em outras encarnações causou a morte de alguém, podendo ter sido, inclusive, a sua própria morte. Esses números cármicos têm uma ligação íntima com os Arcanos do Tarô e a 13ª carta do tarô é A Morte, que para nós espiritualistas, significa uma Passagem, uma grande Transformação. É também conhecida como a carta do Ceifador, porque implica sempre em "cortes". Sua grande mensagem é que para que algo novo nasça, algo precisa morrer ? é necessário nos livrarmos daquilo que não mais faz parte de nossa história, do passado que já não mais nos pertence, enfim, há que haver o corte, o descarte e o espaço para o novo.

Não gosto de me colocar de forma pessimista, então adianto: há solução para tudo, basta querer superar  qualquer situação em nossas vidas. Ter nascido num dia 13 não deve ser razão para tristeza e sim um incentivo a mais para que possamos atingir nossa evolução espiritual. Saiba, é possível!

 

Dívida Cármica 14

Pessoas que possuem a Dívida Cármica 14, como por exemplo, as nascidas num dia 14 de qualquer mês e qualquer ano, têm bastante dificuldade para construir bases sólidas, materiais ou afetivas, pois o que mais experimentam na vida é a instabilidade. Perder bens é algo que se repete, muitas vezes inexplicavelmente, sentindo-se traídas, enganadas, subtraídas, essas pessoas devem assumir a permanente vigilância de suas vidas, através da Compreensão e da Responsabilidade . Ou seja, entender que na sua História Espiritual, você esbanjou demais, teve um comportamento desregrado, inconsequente mesmo, sacrificando inclusive seus agregados, pois em detrimento de prazeres, vícios, falhas de caráter etc., atitudes desmedidas foram tomadas e assim foi se criando um carma negativo e nessa existência muitas vezes quem já foi flecha vira o alvo e isso dói profundamente. Observe essa lâmina do Tarô, a de número 14, A Temperança, ela traz a imagem do Anjo da Temperança, demonstrando através da água que flui entre os dois jarros que nada deve ser desperdiçado ? água também simboliza emoção! ? na natureza tudo se transforma. Esse é o recado do 14. Fazer-nos entender a importância do autocontrole, da disciplina, da responsabilidade. Então ao detectarmos uma dívida cármica 14, orientamos as pessoas em relação à temperança, ao equilíbrio, oferecendo alternativas para que transmutem esse carma e tenham uma vida menos tempestiva e mais auspiciosa. Vale lembrarmos que A Temperança é uma das quatro "virtudes cardeais" : Prudência, Justiça, Força, Temperança (virtude moral que disciplina os desejos e as paixões humanas).

 

Dívida Cármica 16

 

A lâmina 16 do Tarô, denominada "A Torre", descreve a ruína. Algumas vezes aparece como "A Casa de Deus", pois do céu pode vir o chamamento e a casa ruir. A queda traduz o significado dessa carta: "O desmoronamento do orgulho e da vaidade humana". É como se fosse uma torre construída de ilusão, de falsos valores, embasados numa vida autocentralizada. O que vai para o chão com a destruição da torre é o que não tem base  de sustentação. É preciso proceder a reconstrução, mas com real força de vontade, fé, otimismo.

O número 16 adverte sobre fracasso de planos, decepções, perda do nome, posição, fortuna, poder e é muito frequente as pessoas portadoras dessa Dívida Cármica sentirem-se arremessadas ao chão. Cultivar a humildade e jamais se entregar, despir-se de limitações e preconceitos e desenvolver a consciência espiritual, a fé eterna. Isso ajuda muito!

 

Dívida Cármica 19

A carta 19 do Tarô é representada pela força viva e poderosa do Sol. Numerologicamente, o 19 traz consigo o começo (1) e o final (9), os extremos, os polos, portanto, para haver equilíbrio é necesário que se busque o meio, o centro, a não arbitrariedade. Nascidos no dia 19 são pessoas extremamente ansiosas, até mesmo hiperativas, sobretudo mentalmente, tendo dificuldade  até mesmo para dormir ou simplesmente se aquietar e essa busca do equilíbrio traz paz, qualidade de vida e torna mais fácil conviver com o seu 19.

O mesmo Sol que nos aquece e ilumina, também pode queimar e cegar os inconsequentes, então a mensagem é ter cuidado com os excessos. Esse número adverte que o verdadeiro líder é aquele que vai na frente, iluminando o caminho dos que o seguem. Partindo da premissa que "retiramos da vida exatamente aquilo que colocamos", espalhar luz, sementes de amor e tolerância parece ser a solução para minimizar essa conta cármica.

 

Fe Fávier

Numeróloga Cabalista

www.vidaenumeros.com.br

13 / Jan / 2020
Fe Fávier

Comente esta publicação

Copyright © 2021 - Fe Fávier - Desenvolvido por Construsite Brasil - Criação de SitesAssinatura da Construsite Brasil